Guia básico para a manutenção de piscinas

Ao contrário do que possa parecer, a manutenção da piscina não dá muito trabalho, podendo mesmo ser agradável e relaxante se decidir fazê-la você mesmo. Basta ter em conta um certo número de factores e de tarefas quando se trata de preparar a sua piscina.

Este artigo é um guia básico do trabalho necessário para preparar a sua piscina para nadar, quer se trate de uma piscina enterrada ou de uma piscina acima do solo, como as piscinas intex.

Pode achar a tarefa de “afinação” fastidiosa e decidir contratar um profissional mas, na realidade, basta limpar a piscina se detetar incrustações, enchê-la e verificar regularmente o pH e o nível de cloro.

Guia essencial da manutenção da piscina (manutenção do cloro)

  • Limpeza do tanque da piscina
  • Encher corretamente a piscina
  • Controlo do pH
  • Controlo do cloro

Se tiver mantido a água da sua piscina em hibernação durante o inverno, não precisa de esvaziar a piscina e voltar a enchê-la. Basta efetuar uma primeira cloração (cloração de choque), verificando o pH da água.

Se não tiver conservado a água com a hibernação:

Limpeza do tanque da piscina

Se as paredes da piscina estiverem incrustadas, pode removê-las com o desincrustante líquido DECAL para piscinas. O rendimento do produto é de cerca de 1L por 5 m³, consoante o grau de incrustação.

  • A limpeza deve ser feita quando não há muito sol, mantendo húmidas as paredes e o fundo da piscina.
  • Deixar o desincrustante atuar durante várias horas.
  • De seguida, enxaguar a piscina com água.
Limpieza vaso piscina

Encher corretamente a piscina

Antes de encher a piscina com água, é necessário verificar se os elementos que fazem parte da instalação estão em perfeitas condições. Devem ser controlados:

  • A válvula selectora do filtro.
  • Válvulas de aspiração e de impulsão.
  • Filtro: verificar o manómetro quando o equipamento está em funcionamento e verificar se a agulha está dentro do intervalo verde, o que indica que está a funcionar à pressão ideal.
  • Bomba: ouvir os ruídos durante o funcionamento da bomba. Dependendo do ruído que esta emite, pode ser que os rolamentos estejam gastos ou que haja algum elemento na parte hidráulica que esteja a impedir o seu correto funcionamento.
  • Skimmers: é essencial esvaziá-los para que a água continue a fluir pelo circuito e não entre ar.

Uma vez verificados e assegurando-se de que tudo funciona corretamente, pode proceder ao enchimento da piscina.

Passos para encher corretamente a piscina:

  • Ligar a bomba.
  • Fazer circular a água e enchê-la até metade dos skimmers.
  • Efetuar uma primeira cloração (choque) com cloro granulado (15 g. por m3 de água)
  • Se a piscina demorar mais de um dia a encher, é aconselhável dosear o DICLORO GR.

Durante o processo de enchimento, não deve permitir que os nadadores entrem na água até que os níveis de cloro e pH tenham sido verificados e estejam correctos.

Posiciones válvula selectora
Control del pH

Controlo do pH

O facto de o cloro desinfetar ou não depende diretamente do pH da água, razão pela qual o pH é um valor muito importante a ter em conta na manutenção das piscinas.

O pH deve situar-se sempre entre 7,2 e 7,6

O pH indica a acidez ou a alcalinidade. Deve ser mantido entre 7,2 e 7,6. É importante manter este valor para evitar possíveis irritações nos banhistas.

Se o pH for superior a 7,6, o desinfetante (geralmente o cloro) perde a sua eficácia. Pelo contrário, se for inferior a 7,2, a água da piscina adquire propriedades ácidas e pode irritar os olhos e a pele das pessoas que utilizam a sua piscina.

CORRIGIR SE NECESSÁRIO

Se o valor do pH da água não estiver correto, pode utilizar produtos químicos (líquidos ou granulados) para corrigir o valor, se necessário: Ver produtos para corrigir o pH da piscina

FAZER UM CONTROLO CONSTANTE

Dada a importância de manter o valor do pH da água no intervalo correto. Em Momentos Piscina dispomos de analisadores e instrumentos para o controlo rotineiro do pH e de outras propriedades da água.

Pode ler este artigo sobre o pH

A tendência normal do pH é aumentar

No que diz respeito ao controlo do pH, é importante ter em conta que nas piscinas, por natureza, o pH da água tende a adquirir propriedades alcalinas (aumento do pH).

Controlo do cloro

Para evitar infecções, a forma mais comum é adicionar cloro. Para um ajuste correto do cloro, aconselhamos que siga os seguintes passos:

Cloração no início da época, cloração de choque

  • A cloração de choque é efectuada através da adição de 15 g de cloro granulado por m³ de água no escumador e, em seguida, o sistema de filtração é ligado.
  • Pode também espalhar a dose uniformemente sobre a superfície da piscina.
  • Deixar circular durante 30 minutos a 1 hora e, em seguida, verificar a quantidade de cloro livre e o pH. Corrigir se necessário.
  • Aconselhamos uma verificação diária.

Manutenção diária da piscina:

  • Diariamente, deve testar o pH da água e ajustá-lo, se necessário, com os produtos Aumentador ou Redutor de pH
  • Semanalmente, atestar as pastilhas TRICLORO nos skimmers. Se a instalação tiver um doseador, enchê-lo com Tricloro em pastilhas e fazer circular a água através do doseador.

O custo mensal da manutenção da piscina dependerá de muitos factores, tais como o tamanho da piscina, o tipo de desinfeção (cloro, sal, etc.) e a temperatura da região onde se encontra, o que irá gerar diferentes necessidades químicas.

Se tomarmos o exemplo de uma piscina de 8x4x1,5, que tem 48m3, precisamos de cerca de 3 gramas de cloro por 1m3 por dia para a manutenção, o que significa que precisamos de adicionar 144 gramas de cloro. Isso seria aproximadamente uma lata de 5kg de cloro granulado por mês, com um custo que pode variar entre 30€ e 50€, dependendo do fabricante.

Esperamos que este simples guia o ajude a realizar a manutenção da sua piscina e que a desfrute.